Massa fofa, branquinha e cheia de sabor. A definição é rápida, mas convidativa para essa iguaria de Taiwan, que conquista novos adeptos do lado de cá do meridiano. O bao nada mais é do que um pãozinho delicado, de massa fermentada longamente e assado no vapor, que geralmente é recheado com barriga de porco cozida, molho hoisin (um molho agridoce chinês) e coentro. “Os pães cozidos no vapor são presentes em grande parte da Ásia com diversos nomes: baozi na China, chukaman no Japão, momo no Tibet, bánh bao no Vietnã e, finalmente, bao em Taiwan”, explica a nutricionista, chef e professora da Escola de Culinária Lecodê, Verena Rosso.

pão recheado
Chef e professora Verena Rosso

O que é?

Comum em lojas de conveniência, barraquinhas de rua, restaurantes e fast foods em grande parte da Ásia, o bao é um pão com sabor suave e levemente adocicado, conhecido por sua massa ultramacia e úmida. “Taiwan, o país responsável pelos baos servidos em São Paulo, trouxe a forma mais comum de consumo por lá, com  recheio de carne, porco, frango e vegetais, como um lanche ou taco. Também existem as versões doces preparadas no Japão, com pasta de feijão doce e cremes variados como baunilha, matchá (chá verde) e chocolate”, conta Verena.

pão recheado

Receita BAO

  • 500g de farinha de trigo
  • 330 ml água
  • 45g de açúcar refinado
  • 10g fermento biológico fresco
  • 10g fermento químico em pó
  • 30ml óleo vegetal (soja, azeite, gergelim, canola)

Modo de Preparo: Dissolva o fermento biológico na água, deixe descansar por cinco minutos e em seguida misture o açúcar. Em um bowl, coloque a farinha e o fermento químico e misture. Abra um buraco no centro da farinha despeje o líquido, e misture com as mãos até formar uma massa. Adicione o óleo. Em uma superfície lisa, sove a massa até obter uma textura lisa. Coloque a massa em uma tigela polvilhada com farinha, cubra com papel filme e deixe descansar em local fresco, até que ela dobre de tamanho (cerca de 40 minutos). Em superfície lisa, divida a massa em dez partes e modele em bolinhas. Polvilhe uma superfície com farinha, posicione as bolinhas e cubra-as com papel filme para uma segunda fermentação. Aguarde 30 minutos. Abra as massas com ajuda de um rolo, pincele metade do disco com um pouco de óleo e feche como se fosse um pastel, sem pressionar a massa. Coloque as massas na vaporeira ou cesta de bambu e leve para cozinhar no vapor por sete a nove minutos. O recheio pode ser de sua escolha, mas os mais  tradicionais são panceta suína assada e cogumelos salteados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

2 × 2 =