Por Rebekah Marques

Adquirir um carro semi novo requer muitos cuidados. Algumas vezes o vendedor pode esconder defeitos que passam despercebidos e geram grandes problemas no futuro. O especialista da Carflix, Fabio Pinto, alerta que é preciso analisar a origem do veículo para garantir total segurança e confiança na hora da compra. Ele ainda selecionou algumas dicas para evitar golpes:

Esconder colisões

Muitos vendedores disfarçam os danos causados por uma batida e, ao invés de fazer os reparos adequados, colocam uma “massa” no local danificado e, em seguida, realizam a pintura do veículo a fim de esconder as imperfeições.

Quilometragem adulterada

Um dos golpes mais comuns é alterar a quilometragem do veículo. O ideal é que, na hora da compra, os pedais, bancos, volante e câmbio não estejam nem muito gastos e nem muito novos, pois um revestimento novo pode disfarçar os desgastes do carro.

golpe

Qualidade dos pneus

Os golpistas costumam limpar e aplicar produtos para que os pneus deem uma aparência de novos, mas na realidade possuem danos severos. Por isso, fique atento na marca e no modelo das rodas para não haver riscos de acidentes.

Veículo fantasma

Outra situação comum entre os vendedores de carros é colocar anúncios com preços abaixo da média e com condições mais atrativas, mas ao entrar em contato, o comprador é informado de que o automóvel está em outro estado e, para ser realizada a negociação, primeiro deve ser feita a transferência do dinheiro, mas ao ser realizar o pagamento, o golpista foge sem dar satisfações.

Consócio sorteado/contemplado

Os vendedores anunciam um consórcio, já contemplado, disponível para aquisição e afirmam que é preciso apenas pagar uma taxa de transferência de titularidade e administrativa. Após a realização dos pagamentos, os golpistas desaparecem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

quinze + 7 =