O Hospital Vera Cruz, em conjunto com a holding Hospital Care, inaugurou na manhã do dia 29/1, seu Centro de Trauma, o primeiro do setor privado de Campinas e região preparado para uma abordagem multidisciplinar e coordenação para urgências, emergências e atendimentos complementares de qualquer tipo de acidente.

Portanto, a partir de agora, as ocorrências antes enviadas apenas aos hospitais públicos da cidade poderão ser encaminhadas também ao Vera Cruz. Nesse novo cenário da saúde, os pacientes vítimas de trauma contam com uma estrutura com tecnologia de ponta, equipamentos de última geração, além de profissionais especializados em Trauma.

Centro de Trauma
Hospital Vera Cruz reuniu representantes de grandes entidades ligadas ao setor da saúde para a apresentação do primeiro Centro de Trauma de Campinas
Centro de trauma
                  Dr. Erickson Blun

Segundo o diretor-presidente do Hospital Vera Cruz Campinas, Dr. Erickson Blun, a Instituição vive um momento importante, no qual o conhecimento e a confiança adquiridos representam a chave para o crescimento. “Continuamos a exercer a excelência no ambiente hospitalar e com o novo Centro de Trauma também vamos contribuir com as instituições públicas”, explica o médico.

 

Centro de Trauma
Dr. Gustavo Carvalho, Dr. João Paulo de Oliveira e Dr. Erickson Blun

 

Importância para Campinas e RMC

Centro de Trauma
              Marcos Pimenta

De acordo com o presidente da Rede Mário Gatti, Marcos Pimenta, representante do prefeito Jonas Donizette no lançamento, o número de pacientes que possuem convênios médicos e que usam a rede pública em momentos de acidentes alcança os 30% , ou seja, a chegada de um novo atendimento pode desafogar a rede de saúde local. “Essa região é uma das que mais investem em saúde e possui cerca de 55% das pessoas com plano médico”, comenta.

Segundo o diretor do GRAU (Grupo de Resgate e Atendimento às Urgências), Dr. Hassan Yassini Neto, o novo Centro trará benefícios para os dois segmentos da população. “O primeiro beneficiado é o paciente portador de convênio médico. O segundo beneficiado é o usuário da saúde pública, o qual passará a contar com a estrutura, já disponível no município, menos inflada pelos clientes da saúde suplementar, os quais, estes, serão direcionados para o novo Centro”, explica.

Centro de Trauma
Eliza Guccione e Dr. Aguinaldo Catanoce apresentam o Centro de Trauma
CENTRO DE TRAUMA VERA CRUZ
   Dr. João Paulo de Oliveira

O diretor comercial do Hospital Dr. João Paulo de Oliveira explica ainda que a ideia é oferecer àqueles que possuem convênio hospitalar, a possibilidade de ser encaminhado para o Vera Cruz. “O trauma é a terceira maior causa de morte no país, vindo atrás de problemas no coração e câncer. Por isso, isso nosso atendimento vai colaborar com o atendimento do SUS de forma direta e indireta”, completa. São traumas: vítimas de acidentes de trânsito, quedas de altura, ferimentos por arma de fogo e por arma branca, queimaduras, choques elétricos,  envenenamentos, entre outras causas externas.

Centro de Trauma
Sala de trauma do Centro Vera Cruz
Centro de Trauma
        Dr. Hassan Yassini Neto

Para o diretor do GRAU, referência nacional e internacional em resgate médico, aeromédico e atendimento a desastres, o Centro oferece assistência de emergência nas situações de traumas e acidentes, de forma imediata, técnica e com todos os especialistas necessários. “Todos nós devemos fazer a nossa parte para dimensionar a assistência à saúde da população, seja ela do segmento que for. E o Hospital Vera Cruz fez muito bem este papel, investindo, de forma vanguardista, em um compromisso responsável com toda a  população da cidade de Campinas e região”, explica Dr. Hassan.

Confira no infográfico como é realizado o processo de socorro do trauma:

Centro de Trauma

Estrutura

Os 20 mil metros quadrados constituem 154 leitos equipados e um heliponto para as chegadas de emergência. De acordo com o diretor comercial do Vera Cruz, João Paulo Oliveira, o ambiente, a comunicação e o capital humano foram estruturados para auxiliar as necessidades do atendimento. “Sempre atendemos politraumatizados. Agora, o desafio é abrir esse serviço para a cidade de Campinas”, contou o médico.

Centro de Trauma
Equipe do GRAU visita o heliponto do Hospital Vera Cruz
CENTRO DE TRAUMA
          Dr. Aguinaldo Catanoce

Segundo o diretor técnico do Hospital, Dr. Aguinaldo Catanoce, tudo deve ser pensado para atender os pacientes e suas famílias. “Isso exige uma competência vasta, trauma é hora de se preocupar. Já que cuidamos de trauma, esse oceano de informação causa ansiedade na família. Por isso, queremos cuidar deles também”, diz.

De acordo com Erickson Blun, tudo foi pensado em conjunto com o GRAU, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Governo, Polícia Militar e Águia. Além disso, o Centro também conta com uma equipe dedicada de Cirurgiões de Trauma, que estão sob a direção do Dr. Maurício Godinho. “Há dez dias tudo está funcionando. Inclusive, já tivemos eventos e pacientes, tanto adultos quanto crianças. São aprendizados que só o tempo vai mostrando como as coisas se resolvem”, explica o diretor-presidente.

Parceria

No dia 23 de janeiro, o primeiro paciente transportado pelo Helicóptero Águia chegou ao Centro de Trauma. O atendimento foi realizado pelo conjunto do GRAU, Corpo de Bombeiros e BAvPM Campinas. O Vera Cruz declarou que essa parceria entre as diferentes instituições é importante para a atuação do Centro de Trauma. Confira:

Investimento

O Hospital Vera Cruz investiu R$ 500 mil no Centro de Trauma, entre contratação de médicos e adequações da infraestrutura. Além disso, também foram adquiridos: ranger com pressurizador (infusor de volumes aquecidos), gasômetro para que os exames laboratoriais sejam feitos na própria sala de atendimento de trauma, maca radiográfica transparente e instrumentos para pequenas cirurgias.

Prevenção

Centro de Trauma
Cristiane de Alencar Domingues

De acordo com doutora em ciências e enfermeira da qualidade do Centro de Trauma, Cristiane de Alencar Domingues, o trauma é o que mais mata crianças e jovens adultos. “O mais importante é que essas estatísticas podem ser mudadas se fizermos a sua prevenção. Medidas que parecem simples podem fazer toda a diferença”, diz.

Confira as dicas para evitar traumas:

  • Crie um ambiente seguro para crianças e idosos;
  • Coloque cotoveleira e joelheira para proteger as crianças na hora das brincadeiras;
  • Cumpra as normas de trânsito;
  • Não dirija e use o celular;
  • Use cinto de segurança;
  • Não beba e dirija;
  • Exija educação no trânsito para crianças e adultos;
  • Coloque telas de proteção em janelas;
  • Em caso de filhos, coloque proteções para crianças na casa;
  • Não deixe armas de fogo em locais visíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui