Publicidade

Nesta segunda-feira, 17, Gabriel Medina venceu o Circuito Mundial de Surfe no Havaí contra o australiano Julian Wilson, que venceu Kelly Slater na outra semifinal por 14,20 a 11,17. O único brasileiro a conseguir o feito até então era Adriano de Souza, em 2015. 

O brasileiro fechou a temporada com 18,34, enquanto o australiano ficou com 16,70O ápice da sua participação foi nas quartas de final. Após sair 12 pontos atrás do americano Conner Coffin, ele emplacou uma onda nota 9,43 e outra que recebeu a pontuação máxima, 10, para passar à semifinal, quando superou o sul-africano Jordy Smith, levando-o até a final.

Foto: Ed Sloane/WSL

Após a vitória, Medina  afirma que Julian Wilson é um grande competidor e que trabalhou duro durante o ano para conseguir esse título. “Foi uma boa final, Julian é o mais duro competidor, estávamos em um free surf, eu consegui umas boas ondas e é ótimo ser o vencedor. O sentimento é muito bom”, declarou em entrevista no local.  

O surfista também elogiou o brasileiro Filipe Toledo e seus outros rivais até a última etapa. “Todo mundo está indo até o limite, o nível está muito alto, todo mundo me faz treinar mais e surfar mais. Essa é a minha motivação. É incrível voltar para Pipe com Julian e Filipe, os dois são grandes surfistas, pessoas e sou fã deles”, afirmou.

Natural de São Sebastião, no litoral de São Paulo, a atuação do brasileiro durante o campeonato foi regular. Após estrear com queda em Gold Coast, na Austrália, disparou com duas vitórias seguidas no Taiti e no Surf Ranch, nos EUA,  e outras duas semifinais, na França e Portugal, nas últimas quatro etapas antes de Pipeline.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui