Por Rebekah Marques

Já imaginou como os apaixonados por carros receberam o primeiro Ford Mustang da época? A história começa em 17 de abril de 1964, momentos anteriores ao início da venda. Naquela época, a Ford enviou modelos de demonstração de automóveis para todas as concessionárias da América do Norte, que eram impróprios para o uso diário e destinado ao desmonte.

Foi nesse momento que Harry Phillips, um vendedor de uma das concessionárias da Ford, em St. John’s, no Canadá, fez a sua venda mais fácil. “Nós o colocamos em exposição no pátio perto da rua, onde todos pudessem ver”, lembra o ex-vendedor em nota publicada pela Ford. Foi assim que um piloto de avião, conhecido como Capitão Stanley Tucker, entrou na loja e disse que gostaria do automóvel. Mesmo sem poder, Phillips realizou a venda do primeiro Mustang já construído.

Ford Mustang

Ao sentir a falta do automóvel, a fábrica levou dois anos para conseguir negociar o Mustang com o Capitão Tucker, que marcava 16 mil km e foi trocado por outro modelo histórico, o milionésimo Mustan, um conversível 1966 totalmente equipado.

A história do piloto se tornou famosa nos EUA graças a neta de Phillips, Stephanie Mealey, que iniciou uma campanha nas redes sociais para homenagear e realizar o sonho do avô de visitar o Museu Henry Ford e rever o famoso Mustang.

Ford Mustang

Ao saber da campanha, a Ford convidou Harry, a filha e a neta para visitar o museu, receber a homenagem e reencontrar o carro que vendeu há 55 anos. “Ele me trouxe muitas memórias. E está exatamente do mesmo jeito que o vi pela última vez, um carro novo”, disse Phillips.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui