“TER LIVROS É CRIME. DENUNCIE!”. O aviso está estampado em placas por toda parte, perseguindo os protagonistas de “O Silêncio dos Livros”.  A partir do argumento de que os livros seriam “antidemocráticos” por supostamente “congelarem a visão do autor”, países  de todo mundo passam a proibi-los. Livrarias são atacadas, bibliotecas incendiadas e, neste novo mundo, não há espaço para escritores e leitores.

Escrita pelo autor em Ciências Jurídicas, promotor e fotógrafos Fausto Luciano Panicacci, a obra é lapidada em uma prosa poética carregada de referências literárias. Nela, o leitor acompanha a chegada do misterioso Santiago Pena a Vila nova de Gaia, em Portugal, onde conhecerá Alice, uma garota desprezada pelos pais. Sonhadora e apaixonada por histórias, a “Menina”, como é chamada pela família, fica obcecada por um caderno de anotações que Santiago carrega e acidentalmente deixa cair.

Nas páginas do livro, o leitor mergulhará na vida de Hilário, um jovem aspirante a arquiteto que se envolve em uma briga de bar, da qual resulta a morte de um rapaz. Acusado de um crime que alega não ter cometido e oprimido por um sistema que busca rastrear um possível “gene criminoso”, Hilário travará contato com António, um editor que contrabandeia livros do Brasil para Portugal.

O Silêncio dos Livros

De uma maneira surpreendente, as histórias de Alice, Santiago, Hilário e António interligam-se à de Elizabeth, uma fotógrafa que luta para que a lei que proibiu os livros não afete também a fotografia. juntos, eles arriscam a liberdade para manter um perigoso segredo.

A narrativa perpassa ainda a perturbadora atração que um estrangeiro exerce sobre a mãe e a irmã da menina, e a admiração e inveja que ele desperta no pai da garota, abordando temas como a manipulação genética, escolhas randomizadas, identidade e esgarçamento das relações pessoais num mundo sem livros.

Em meio a suspense e aventura, o livro carrega profundas reflexões sobre os paradoxos da condição humana. Alternando-se entre a perspectiva de uma curiosa menina e de um enigmático homem, “O Silêncio dos Livros” trata de amor, paixão, amizade, egos, dores latentes e cicatrizes, e é, sobretudo, uma autêntica declaração de amor à Literatura.

Sobre o autor: Fausto Luciano Panicacci

Doutor em Ciências Jurídicas pela Universidade do Minho (Portugal). Formado em Direito (Largo São Francisco, USP), estudou Fotografia, História do Cinema e História da Arte.

Além de O silêncio dos livros (romance), é autor de Naufrágios (coletânea de contos e poemas), e de obra jurídica. Promotor de Justiça e escritor, foi professor de pós-graduação no GVLaw da FGV/SP. Integra os grupos literários O que restou e Library.


Ficha técnica:


Título: O Silêncio dos Livros
Autor: Fausto Luciano Panicacci
Páginas: 256
Formato: 16×23 cm
Preço impresso: R$39,90
Preço e-book: R$29,90

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui