Você sabe o que é Lian Gong? Criada no ano de 1974 por um médico ortopedista chinês, a prática é utilizada para evitar e reduzir as dores corporais, além de restaurar a movimentação natural, o Lian Gong exercita o pescoço, os ombros, as costas, a região lombar, os glúteos, as pernas e as articulações.

E, para ajuda a dar o tempo e o ritmo correto aos exercícios, uma música relaxante é uma grande aliada para prática do Lian Gong e pode ser encontrada em aplicativos de música. “O primeiro passo é acertar sua postura: base ereta e as mãos ao lado do corpo,” explica o terapeuta Ricardo Amarante, que oferece a prática em hospitais da região de Campinas gratuitamente.

Se interessou? Conheça quais são os três primeiros exercícios para pescoço e ombro que você pode fazer em casa:

O primeiro exercício

O exercício é feito com a cabeça e a nuca ereta. Abra a perna esquerda na largura do ombro e deixe as mãos na cintura; puxe o ar direcionando a cabeça para a esquerda e volte soltando o ar. Repita a ação para o lado direito. A mesma coisa deve ser feita puxando o ar e olhando para cima e soltando o ar olhando para baixo. Volte para a posição inicial e repita a ação por oito vezes, sempre alternando da esquerda para a direita e de cima para baixo.

 Lian Gong

O segundo exercício

O intuito desse exercício é formar uma espécie de arco com as mãos levando-as para perto da orelha (olhando para a esquerda e para a direita). Traga as mãos na altura da boca (posição inicial do exercício) e puxe o ar levando as mãos ao lado da orelha e solte com as mãos para o centro. É importante lembrar que o exercício deve ser feito alterando a cabeça entre a esquerda e a direita, por oito vezes.

 Lian Gong

O terceiro exercício

Neste exercício traga os braços esticados um pouco abaixo da boca e olhe para a mão esquerda. Sem abrir o braço, os lavante puxando o ar e abaixe soltando o ar. Depois disso, repita a ação olhando para a mão direita, por oito vezes. Volte para a postura inicial (base ereta e as mãos ao lado do corpo).

 Lian Gong

Dica do especialista

Se tem alguma dúvida de onde deve ser feito a prática, o terapeuta Ricardo Amarante tem um bom conselho: “sempre que possível faça ao ar livre, na sombra de uma árvore. Caso não consiga, pode ser feito em qualquer lugar que tenha 1m² de chão plano.”

Para saber mais acesse:
aprendaliangong.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

quatro + três =