A quarentena para reduzir a disseminação do coronavírus começa a partir desta segunda-feira, dia 23 de março, para os campineiros. Pensando nisso e na saúde mental dos nossos leitores, a redação da Campinas Cafe conversou com jornalista, filósofo e psicanalista Fabiano de Abreu sobre a importância de pensar positivo durante esses dias de isolamento, que deve durar até o dia 12 de abril, segundo a prefeitura. Quer saber mais? Confira as dicas!

Hiperatividade do pensamento

O psicanalista aponta que nosso cérebro não para de pensar, e que isto é algo normal, mas que devemos assumir o controle daquilo que podemos controlar: “nossa mente está sempre ativa e nosso cérebro está a todo momento enviando e recebendo impulsos elétricos intermitentes que funcionam até mesmo na hora de dormir, por isso sonhamos. Há coisas que não podemos evitar. Contudo, se depositarmos toda a nossa energia em pensamentos negativos, isso afetará não só nos meios para encontrar uma solução, uma saída para o problema, como também causará enfermidades sejam mentais ou físicas.

Frase filosófica sobre o pensamento

Abreu refere que “só sentimos o que pensamos. Se condicionar a mente no que gostamos, nos sentimos bem.” Esta frase, segundo ele, traz à reflexão sobre o momento em que vivemos: “Esta minha frase filosófica foi pensando no momento atual que estamos a sofrer com a incógnita do coronavírus e as notícias que criam um alarde necessário para despertar a nossa atenção e nos precavermos utilizando do pânico uma medida rápida para que possamos cooperar para a não proliferação da doença.”

Treine sua mente

O especialista aponta que podemos e devemos treinar a nossa mente para que maus pensamentos não sejam determinantes no nosso futuro, mas apenas um sinal de alerta para tomarmos atitudes: “Nós sentimos o que pensamos. Se concentrarmos em pensamentos negativos sentiremos só sentimentos e emoções negativas e isso, como um ciclo, como um copo vazio a deixar cair gotas dentro dele, uma hora, transbordará e as consequências não serão nada boas, podendo acarretar em diversos problemas na saúde mental e física podendo tornar-se patológico.

Mude a perspectiva para encontrar soluções

Fabiano de Abreu aponta como uma forma de encontrar soluções a mudança de ambiente,  para promover um novo olhar sobre situações e questões: “Eu sempre aconselho as pessoas a mudarem de ambiente, mudar de companhias, mudar de atmosfera para encontrar argumentos para outros pensamentos. Agarre-se a bons pensamentos e crie metas que possam satisfazê-lo de esperança para que não seja dominado pelos pensamentos negativos.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

dezessete − nove =