Nutricionista e apresentadora no quadro Sobre Perguntas e Respostas (programa Pop Station Band). ciclonovo.com.br/ @grazicaproni

Por Graziela Caproni 

Você já deve ter ouvido que beleza “vem de dentro”, não é? Faz sentido! Os cabelos, unhas e pele são formados por vitaminas, minerais e proteínas. Na falta de algum desses nutrientes, o aspecto dessas estruturas pode piorar e muito…! Até porque, quando há essa escassez de ativos importantes, o organismo sabiamente tende a direcionar para os nossos órgãos mais vitais, sem os quais não sobrevivemos. Já que apesar de preocupante e dramático, seu corpo vive com unhas quebradiças, cabelos sem vida e pele ressecada, mesmo não sendo normal e indicando claramente que algo não vai bem e que alguma deficiência nutricional está presente. boa alimentação

boa alimentação

Certos alimentos contêm substâncias com poder de cosmético. A ascensão dos chamados “nutricosméticos” reforça a importância da alimentação equilibrada. Afinal, esses suplementos que prometem rejuvenescer a pele, fortalecer as unhas e dar brilho aos cabelos são, em sua maioria, nada mais que extratos superconcentrados de nutrientes encontrados em produtos de origem animal e vegetal. Além de produtos e cosméticos que podem e devem sim ser usados, sabia que a alimentação e uma correta hidratação são também grande aliadas da boa aparência? Confira a função de alguns ativos campeões de audiência:

Licopeno: um tipo de carotenoide – pigmento natural presente em frutas e vegetais, com coloração que vai do amarelo ao vermelho. Cerca de 85% do seu consumo na dieta vem do tomate e seus derivados. Tem ação antioxidante que protege as células contra o excesso de radicais livres, retardando o envelhecimento da pele. Protege os cabelos e a pele dos raios UV.

Betacaroteno  ou “pró vitamina A”: também é um tipo de carotenoide responsável pela cor alaranjada em frutas e vegetais que, quando transformado em vitamina A (retinol) no organismo, auxilia na formação de melanina. A qual é responsável pela coloração da pele, ajudando a protegê-la da ação nociva dos raios solares, evitando a vermelhidão e resultando num bronzeado mais harmônico e duradouro. Ao contrário da vitamina A sintética ou de origem animal, o betacaroteno não se acumula no organismo.

L-cisteína: é um aminoácido, um dos poucos que contém enxofre, com ação detoxificante e importante na síntese da glutationa (um dos mais potentes e importantes antioxidantes dentro do nosso organismo). Usado para melhoria da saúde da pele, fortalecimento do cabelo, como agente anti-idade, estimulante da síntese de colágeno e cicatrização. Castanhas, alho, cebola, brócolis e aveia são alguns alimentos fonte.

B5 (ou pantotenato de cálcio): funciona principalmente ajudando a combater a desidratação da pele. Fortalece os folículos do cabelo, a renovação celular do couro cabeludo, abrindo caminho para novos fios. Cogumelos (shitake principalmente), ovos, abacate, farelo de trigo e queijos são boas fontes.

Biotina (ou B7): por vezes também recebe o apelido de vitamina “H”, que deriva das palavras alemãs “Haar e Haut” que significam “cabelo e pele” – por estar tão diretamente relacionada à pele e cabelos saudáveis. Amendoim, nozes, semente de girassol, pão integral, farelo de trigo ou aveia são algumas opções para consumo.

boa alimentação

Vitamina C: essencial para a síntese de colágeno, além de ser o antioxidante mais abundante na pele humana. Acrescente no cardápio diário acerola, laranja, limão, kiwi, goiaba, pimentão e brócolis.

Vitamina E: antioxidante, previne o envelhecimento celular, agindo em sinergia com a vitamina C para potencialização desses resultados. Semente de girassol, amêndoas, gérmen de trigo, folhas verde-escuras são boas pedidas. boa alimentação

Selênio: participa de aproximadamente 25 selenioproteínas – enzimas dependentes de selênio que apresentam importante papel antioxidante. Castanha-do-Pará (ou do Brasil) é a principal fonte. Também presente no arroz integral, gema de ovo e frango.

Zinco: efeito antioxidante, antimicrobiano, redutor da produção de sebo e de proteção contra a ação dos raios ultravioletas. Presente na carne bovina, ostras e cereais integrais.

Cobre: influi na pigmentação do cabelo e da pele e sua deficiência pode provocar a formação inapropriada da elastina, associada à elasticidade da pele. Feijão, ervilha, gérmen de trigo, nozes, tomate, banana são alimentos que contêm o mineral.

Manganês: cofator para a síntese de colágeno, relacionado com o crescimento, manutenção e formação do tecido conectivo e cartilagem. Inclua no cardápio gérmen de trigo, frutos do mar, folhas verde-escuras, abacaxi, abacate.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui