Publicidade

A pandemia de COVID-19 trouxe muitas mudanças para a rotina de todos. Mas por que não fazer deste período um momento especial dentro de casa, com atividades a serem realizadas em família e, principalmente, com as crianças? Afinal, se praticar exercício é bom, na companhia de quem amamos é melhor ainda.

Pensando na quarentena, a SELFIT Academias está disponibilizando vídeos de treinos para os adultos, às crianças e, também, para que todos possam fazer juntos. Os instrutores da marca Guilherme Vieira e Vagner Falchetti falam da importância deste momento familiar, para estreitar o vínculo e evitar o sedentarismo.

“As brincadeiras podem ser transformadas em atividades físicas, desenvolvendo a resistência muscular e a coordenação motora, como pular, andar, agachar, pintar, escrever”, explica Viera. “Mas é importante que as atividades sejam feitas pelos adultos juntamente com as crianças”, completa Guilherme.

De acordo com Falchetti, é importante que todas as coordenações motoras sejam desenvolvidas quando criança. “Às vezes, as atividades lúdicas ou brincadeiras exercem uma grande finalidade, até mesmo para os adultos, pois nem todas as coordenações foram exploradas na fase de desenvolvimento motor, quando criança”, destaca.

Além disso, a atividade física, alinhada com a brincadeira, trará momentos de alegria, além de aproximar ainda mais pais e filhos num momento tão delicado globalmente.
Confira abaixo algumas dicas dos especialistas!

atividades para fazer com as crianças

Dança

Dancem ao som das músicas preferidas, riam juntos e incentivem uns aos outros.

Yoga

A Yoga trabalha a autoestima e aumenta a sensação de bem-estar, pois atua tanto na condição física quanto na psicológica de cada pessoa. Por esse motivo, é excelente para ser praticada em família, aumentando a qualidade de vida de todos.

Inicialmente, não é necessário saber todas as posições. É possível adaptar a atividade de acordo com a idade da criança. O mais importante é tirar adultos e crianças do sofá para relaxar a mente e exercitar o corpo.

A Yoga incorpora os elementos do movimento, desenvolvimento da atenção e das habilidades de relaxamento, oferecendo um conjunto de ferramentas que podem ser transformadoras para a vida da criança. As aulas exploram as posturas (asanas), exercícios de respiração, imaginação visual e técnicas de meditação. Dependendo da idade da criança, as aulas podem ser estruturadas de forma mais lúdica, através de jogos, histórias, músicas e brincadeiras.

Batata quente

Fiquem em círculo com uma bola no centro das atenções. Uma pessoa deve controlar a música e a bola vai passando. Quando a música parar, quem estiver com a bola na mão deve pagar uma prenda e sair da brincadeira. Ao final, ficam apenas dois participantes e, quem for mais rápido em se livrar da bola, ganha.

Vivo ou morto

Um é o mestre e ordena se os jogadores estão vivos ou mortos. Quando dito vivo, todos ficam em pé e, quando é falado morto, todos agacham. Essa brincadeira trabalha os membros inferiores, quadríceps e glúteos.

Pega-pega

É ótima para as crianças e adultos se movimentarem. Uma das crianças deve ser a “pegadora”, todas as outras devem correr para não serem pegas. Quem for pego, vira o próximo “pegador”. Para facilitar a brincadeira, podem ser criados alguns “piques”, pontos em que as crianças estão a salvo de serem pegas.

Amarelinha

Com um giz, desenhe na calçada ou asfalto um retângulo, dividido em dez retângulos menores. Essas são as casinhas, cada uma numerada de 1 a 10. Na parte de cima, depois do 10, escreva “céu”. A primeira criança a jogar deve ficar parada antes do primeiro retângulo. De lá, ela deve atirar uma pedrinha na primeira casinha (essa não poderá ser pisada). Depois, deve seguir pelos outros números, sem cair. Se cair ou pisar com os dois pés onde era para pisar só com um, perde a vez e, na próxima rodada, terá que tentar o mesmo número de novo, até acertar. Da casinha 1, vai para a 2 e assim por diante, até chegar no céu. Quem chegar primeiro, ganha!

Alongamentos

Borboleta: sente-se no chão, junte as solas dos pés e comece a subir e descer os joelhos alongando os adutores de coxa.  Ombros: com um braço, cruze o peitoral, e, com o outro braço, puxe o cotovelo contra o peitoral, espere 10 segundo e troque os braços, alongando deltoide lateral e posterior.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui