Adquirir uma residência de férias e ainda assim ter o poder de decidir trocar a estadia para conhecer outro destino. É o que propõe o intercâmbio da VCI, empresa que desenvolve no Brasil projetos de multipropriedade com fortes conceitos de sustentabilidade e o living experience da marca Hard Rock Hotel. A companhia mantém uma parceria com a RCI, a maior rede de intercâmbio de férias do mundo e, através dela, todos os clientes VCI têm acesso a mais de 4.300 hotéis distribuídos em mais de 100 países.

A parceria foi firmada para que os clientes tenham mais opções de hospedagem ao adquirir suas cotas dos hotéis construídos pela incorporadora. As semanas de posse são usadas como base de troca com a intercambiadora. Uma grande vantagem no programa é que enquanto os hotéis da VCI não ficam prontos, os proprietários já podem começar a desfrutar de outras hospedagens que fazem parte da rede RCI, no Brasil ou mesmo em outros destinos como Cancún, Las Vegas, Orlando, Miami, Punta Cana, etc.

Residence Club at the Hard Rock Hotel possui parceria de intercâmbio com RC. Imagem: Divulgação
Após quitar 15% do valor do contrato, o proprietário recebe uma ID RCI e, a partir daí, terá acesso à maior rede de hotéis do mundo. Os próximos passos são ainda mais simples: ao ceder as semanas de sua cota, já fica disponível as opções de reserva em outros hotéis.
Se antes as soluções de hospedagem se restringiam a comprar uma segunda residência, ficar hospedado em hotéis ou alugar uma casa por aplicativos, agora a multipropriedade surge como uma inovação, uma nova solução de férias que une o melhor dos três modelos anteriores. Na multipropriedade, há a compra de um patrimônio imobiliário, sendo possível alugar ou vender; usufruir da hospedagem com serviço completo de hotelaria de alto padrão; e escolher o destino que vai passar as próximas férias. “A multipropriedade aliada a uma rede de intercâmbio é uma experiência valiosa. É uma nova forma de aproveitar as férias, conhecer novos lugares e culturas, ao mesmo tempo que mantém um patrimônio sólido no seu país de origem”, explica Samuel Sicchierolli, presidente da VCI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui