Já que neste mês, a Campinas Cafe traz um especial sobre o vinho, vale, também, refletir sobre os reais benefícios da bebida para o organismo quando consumida com moderação. O cardiologista da Secretaria Municipal de Saúde, do Hospital e Maternidade Santa Tereza e Hospital Samaritano de Campinas, Antônio Cezar Gulla, explica como ele pode ser um aliado do coração. “Resveratrol é a substância presente no vinho que promove os benefícios, principalmente, nos tintos secos”, afirma o médico. O resveratrol é um fitonutriente encontrado na casca da uva e suas propriedades incluem a ação antioxidante, anticancerígena, antiviral, protetora, anti-inflamatória, neuroprotetora, fitoestrogênica e anti-envelhecimento. Por isso, garante os benefícios à saúde, como:

Benefícios do vinho

– Redução da pressão arterial;
– Redução do colesterol ruim LDL;
– Dilatação das artérias do coração;
– Retardar o envelhecimento;
– Proteção contra alguns tipos de neoplasias.

Benefícios do vinho

Dose recomendada

Vale lembrar que uma dose da bebida não corresponde ao tamanho do copo ou da taça. A “dose padrão”, definida pela quantidade de etanol puro contido nas bebidas alcoólicas, recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 10 a 12 gramas de álcool puro, o equivalente a 100 ml de vinho. De acordo com o cardiologista, é válido ingerir essa quantia durante alguma refeição.

Efeitos do consumo excessivo

Quando se excede a dose recomenada, o vinho pode causar danos ao organismo, como outras bebidas alcoolicas. São eles:

– Cirrose hepática;
– Neuropatias;
– Pancreatite e diabetes;
– Cardiomiopatia (insuficiência cardíaca).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui