A Faculdade São Leopoldo Mandic oferece um tratamento para recuperar o paladar e olfato dos pacientes que foram recentemente acometidos pela covid-19. As sessões de laserterapia fazem parte de um estudo desenvolvido no curso de pós-graduação da faculdade, que analisa a recuperação das percepções gustativas e olfatórias. Para os primeiros 50 inscritos, o atendimento é gratuito.

O projeto de pesquisa é coordenado pelas cirurgiãs-dentistas Drª. Bárbara Gâmbaro L. da Silva e Souza, Drª. Cláudia Regina Fussi Campos, Drª. Isabela Antunes Lucon Ranzani e orientado pela Profª. Drª. Daiane Thaís Meneguzzo, e Profª. Drª. Cássia Fukuda Nakashima.

Imagem Divulgação

De acordo com as orientadoras da pesquisa, alguns pacientes já foram submetidos ao
tratamento. “Após quatro ou seis aplicações, muitos já tiveram o seu olfato ou paladar
restabelecidos. Agora, a meta é aplicar a laserterapia em 80 pacientes”, explicam.

Tratamento

Segundo a professora da São Leopoldo Mandic, as sequelas encontradas no paladar e olfato de pacientes com covid-19 são semelhantes aos efeitos colaterais daqueles que passam por
quimioterapia e radioterapia. Por isso, as professoras de pós-graduação em Fotobiomodulação passaram a utilizar o mesmo protocolo aplicado nesses pacientes. “A partir daí, começamos a executar o tratamento e a elaborar um protocolo especifico para isso. Os resultados estão sendo sensacionais”, conta Drª. Daiane.

É necessário de quatro a dez sessões para que ocorra o retorno das sensações. Durante o
tratamento, os pacientes são avaliados com cinco substâncias (glicose, ureia, cloreto de sódio, ácido cítrico e água), aplicadas em três diferentes concentrações na língua antes de cada sessão de fotobiomodulação. As percepções gustativas e olfatórias dos pacientes também serão avaliadas por meio de uma escala de 0 a 10. “O laser é uma fonte energética que promove a modulação da inflamação e também acelera a regeneração das células nervosas. Os resultados são as vezes imediatos, se a origem for inflamatória. Porém, em alterações nervosas são necessárias de quatro a seis sessões para o
retorno total da sensibilidade”.

Inscrição

Os pacientes que optarem pelo tratamento precisam apresentar um resultado negativo para covid-19 e assinar o termo de consentimento para participação na pesquisa. Além disso, é preciso ser maior de 18 anos, e o tempo entre o início do tratamento e o fim da infecção da covid-19 no organismo não pode ser menor do que 30 dias.

Serviço

Valor: para os primeiros 50 inscritos, o atendimento é gratuito.
Para mais informações: (19) 3211 – 3700