Quando se pensa em planejar uma viagem, a primeira dúvida que passa na cabeça de qualquer pessoa é como ir até esse destino. Se o meio de transporte for avião, tudo fica ainda mais complicado com os altos valores das passagens aéreas. É aí que o sistema de milhas entra como aliado dos viajantes e permite viagens muito mais acessíveis ou até sem custo algum. Porém, essa forma é ainda misteriosa e desconhecida por muitos.  A Campinas Cafe entrevistou a especialista em marketing digital, growth hacking  e CMO da startup MaxMilhas, Tahiana D’Egmont, para tirar todas as dúvidas e trazer dicas de como começar a acumular pontos.

Milhas
Tahiana D’Egmont

O que são milhas?

Milha é o nome que as companhias aéreas dão à pontuação gerada por seus programas de fidelidade aos clientes que compram seus produtos ou adquirem seus serviços. Esses programas foram criados pelas companhias para estreitar o relacionamento com os clientes e fazer com eles se tornassem fiéis às marcas. Também existem programas de fidelidade de outras instituições, como bancos e cartões de crédito, que também fazem parcerias com as companhias aéreas para que esses pontos sejam também transformados em milhas.

Qual a forma mais fácil e rápida de acumular milhas?

É possível acumular milhas não apenas ao adquirir passagens aéreas, como também, por meio da assinatura de clubes de vantagens e ao utilizar empresas parcerias das companhias aéreas. Hoje, você consegue acumular milhas comprando uma geladeira numa loja parceira do programa de fidelidade, se hospedando em hotéis, adquirindo créditos de aplicativos de transporte ou numa simples compra feita com cartão de crédito na padaria. O cartão, inclusive, é uma das formas mais comuns de acúmulo. A cada compra feita no crédito, você pode acumular pontos, que podem ser transferidos para os programas de fidelidade das companhias aéreas e se transformarem em milhas aéreas.

Como pontos do cartão viram milhas?

Quando você acumula pontos no pagamento da fatura do cartão de crédito, o primeiro passo é escolher um programa de fidelidade para transferir  os pontos do seu cartão. Se a transferência for para algum dos programa de fidelidade das companhias aéreas, os pontos se transformam em milhas. Hoje, os principais programas de companhias aéreas são Multiplus (Latam), Smiles (Gol), Tudo Azul (Azul) e Amigo (Avianca).

Quais cartões são mais vantajosos para isso?

A maioria dos cartões de crédito, hoje, permite o acúmulo de pontos ou milhas. Geralmente, a proporção de pontos acumulados nas compras feitas no cartão é de um ponto para cada dólar gasto. Mas, a pontuação varia de acordo com o tipo de cartão, a bandeira e o banco. Em linhas gerais, há três segmentos de cartões de crédito. Aqueles de alta renda, que comumente possuem mais benefícios, mas têm mais exigências e anuidades mais caras. Há os intermediários, adequados para quem gasta menos ou possui renda mais baixa. E existem ainda os chamados cartões de entrada, com baixa ou nenhuma exigência de renda. 

Portanto, para encontrar o cartão de crédito mais vantajoso para seu perfil, o primeiro passo é levar em consideração sua renda, média de gastos e a pontuação do cartão por dólar gasto.

Eu posso me cadastrar em mais de um programa?

Nada te impede, mas o mais recomendado é que você foque em um só. É importante estar atento às condições de cada um deles e às datas de expiração das milhas, para não perdê-las. Além dos programas das companhias, você pode se cadastrar nos programas de fidelidade dos cartões de crédito, como Livelo (programa de fidelidade criado pelo Banco do Brasil e Bradesco), Sempre Presente (Itaú), Pontos Caixa (Caixa) e Esfera (Santander). Depois, para transformar suas milhas em viagens ou vendê-las, você deve se cadastrar nos programas de fidelidade das principais companhias aéreas do Brasil: Multiplus (Latam), Smiles (Gol), Tudo Azul (Azul) e Amigo (Avianca).

Quais as vantagens de acumular milhas?

Para quem quer viajar e pra quem quer vendê-las, por exemplo, na MaxMilhas e transformá-las em dinheiro extra. Existem outras formas de resgate, como a troca por eletrodomésticos ou outros produtos, mas elas geralmente não valem a pena. Muitas pessoas não conseguem acumular a quantidade suficiente de milhas para a troca por uma passagem ou ainda querem viajar por companhias diferentes daquela onde estão seus pontos. Nesse caso, a venda de milhas é uma alternativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui