Por Mariana Arruda

Os  animais de estimação são sociáveis e, por isso, sofrem com a solidão quando os seus donos não estão em casa. Assim, a rotina de um pet deve ser pensada por aqueles que amam seus animais, mas trabalham fora.

Para que eles fiquem bem, vale lançar mão de diversas técnicas que ajudam a acostumá-los com a ausência do dono. De acordo com a adestradora e franqueada da Cão Cidadão, Amagoya Garcia, investir em brinquedos interativos e recheáveis, que estimulam a inteligência do animal, é boa alternativa. “Os brinquedos próprios para colocar alimento são ideais para entretê-los e ainda servem como recompensa positiva”, afirma.

Segundo a especialista em comportamento canino da Cão Passeador, Renata Ragazini, fazer um passeio com o pet antes de sair para o trabalho fará com que ele fique cansado durante o momento que estiver sozinho.

Ao sair ou ao chegar em casa, o tutor não deve se despedir ou fazer festa para o pet, conforme orientação da especialista. Esse comportamento favorece a ansiedade por causa da separação. “O ideal é familiarizar o cão com essa rotina desde filhote”.

“Ao sair ou ao chegar em casa, o dono não deve se despedir ou fazer festa para o pet, conforme orienta a especialista.”

Segundo Amagoya Garcia, os cachorros maiores que não estão adaptados com a ausência do dono devem ser treinados de forma gradativa. “Inicie o treino deixando-o sozinho em outro cômodo por alguns minutos e, aos poucos, aumente esse período. Lembre-se sempre de apostar em recompensas agradáveis”, explica.

Além disso, é importante ficar atento aos sinais de estresse do animal quando o dono sai de casa. “Se o cachorro te acompanha quando você chega em casa, destrói móveis ou objetos do tutor, não come, demonstra sinais de tristeza, se automutila e faz necessidades no lugar errado, ele deve estar sofrendo com isso”, explica Renata.

Dicas para manter o cão saudável e sozinho

  • Deixe petiscos “escondidos” pela casa para que ele tenha o trabalho de procurá-los;
  • Faça passeios diários com o cachorro;
  • Aposte em brinquedos que liberam petiscos;
  • Ensine a comer em pote próprio e no local correto todos os dias;
  • Deixe-o em um lugar seguro, com água, protegido da chuva, do sol e do frio;
  • Escolha um espaço adequado ao porte de seu cão.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui