Nesta terça-feira, 25 de janeiro, é aniversário da maior e mais importante cidade do Brasil: São Paulo. A metrópole completa 468 anos de muita inovação, oportunidades, grandeza, tecnologia, pizza e garoa. Com mais de 12 milhões de habitantes, é uma das maiores e mais relevantes do mundo. Conta com grandes nomes em todas áreas: gastronomia, cultura, esporte, arte, cinema e muito mais, além de ter uma imensa pluralidade cultural.

Por isso, a equipe da Campinas Café separou uma lista de curiosidades que você provavelmente não sabia. Afinal, falar do lanche de mortadela do mercadão, da garoa e dos imigrantes italianos e japoneses todo mundo sabe.

1 – Rinoceronte Vereador

Em 1959, os paulistanos estavam extremamente descontentes com os candidatos a vereadores, por isso elegeram um rinoceronte, o “Cacareco”. Na ocasião, as eleições eram feitas manualmente e o animal recebeu aproximadamente 100 mil votos.

2 – Bar no cofre de um banco

Inaugurado no início de 2019 no edifício Altino Arantes, hoje conhecido como Farol Santander, o prédio conta com mirante, pista de skate e exposições, além de um bar localizado no subsolo, onde era um cofre do Banco do Estado de São Paulo. Trata-se do “Bar do Cofre”, que conta com um ambiente original, com chão e paredes de mármore, oferecendo drinks e opções de petiscos.

3 – Mercadão usado na revolução

A Revolução Constitucionalista de 1932 é um dos grandes marcos do Estado e no país, com um confronto entre soldados majoritariamente contra o Governo Getúlio Vargas. Dito isso, o tradicional Mercado Municipal, conhecido pelo sanduíche de mortadela, foi usado pelas tropas paulistanas para o treinamento de tiro ao alvo.

4 – “Capital da Pizza”

Na parte gastronômica, o paulistano entra em discussões para argumentar que sua pizza é a melhor, mas não é para menos, com a enorme quantidade de imigrantes italianos, principalmente da região de Nápoles, a pizza (sem ketchup) é extremamente conhecida e bem avaliada até por quem é de fora.

Com isso, de acordo com informações do São Paulo Convention & Visitors Bureau, a capital é considerada a segunda cidade que mais consome pizzas no mundo, somando mais de 700 pizzas por minuto, e totalizando 1 milhão de pizzas por dia.

5 – Aldeias Indígenas

Apesar de ser uma verdadeira selva de pedra, com prédios sem fim, industrias, um ar nem tão puro e consideravelmente pouca área verde, a cidade ainda consegue abrigar três aldeias indígenas: As tribos Guarani, Tenondê Porã e Krukutu, localizadas respectivamente no Pico do Jaraguá e em uma reserva do distrito de Parelheiros.

6 – A Paulista nem sempre teve esse nome

A Avenida mais popular da cidade e possivelmente do país, considerada o coração financeiro do Brasil, em um dado momento da história não teve esse nome.  Em 1927, quando o então Governador Carlos de Campo faleceu, o endereço foi renomeado para homenageá-lo, que não agradou em nada a população. Por isso, no início da década de 30, recebeu novamente o nome de Avenida Paulista.

7 – Muitos ratos

Informação muito curiosa divulgada pelo Centro de Controle de Zoonoses do município, há pelo menos 15 vezes mais ratos que pessoas em São Paulo, ou seja, algo em torno de 160 milhões de roedores. Mas isso não é exclusividade apenas do Brasil, Nova Iorque também tem a mesma fama, estima-se que há sete ratos para cada habitante.

8 – Maior cemitério da América Latina

Na Zona Leste da cidade, é localizado o “Cemitério Vila Formosa”, que espanta pelo seu tamanho. Com 1,5 milhões de pessoas enterradas, com estimativa de 275 enterros por mês, ele foi fundado em 1949.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui