Por Marcelo Francisco de Oliveira

A retomada, ainda que tímida, da economia nos dois últimos meses, impulsionada pela maior confiança entre empresários e consumidores após o avanço da Reforma da Previdência e pelas primeiras medidas de estímulos anunciadas pelo Governo Federal também começa a provocar elevação de preços no mercado imobiliário, em especial o de locação de salas comerciais. O Índice FipeZap, feito mensalmente, aponta uma alta de 1,37% no mês de junho, o maior índice entre as dez capitais e maiores cidades do Brasil, locais onde são realizados os levantamentos. No Brasil, o índice médio fica praticamente estável no período, com alta de 0,13%, em relação ao mês anterior.

O aumento maior em Campinas se deve à falta de lançamentos comerciais nos últimos quatro anos. Isso acabou aumentando o déficit de salas na cidade. Porém, por conta da crise e da forte concorrência, proprietários optaram por reduzir e negociar valores para não deixar os imóveis fechados, para se livrar de custos pesados como condomínio e IPTU.

sala comercial

Porém, o Índice FipeZap indica que o cenário local começa a dar sinais de recuperação. Com a retomada da economia, empresas começam a se planejar e a investir em expansão, acarretando em maior procura por espaços para abrigar suas operações.

A alta no valor de locação comercial em Campinas não é um dado isolado no mês de junho. No acumulado do ano – período de janeiro a junho – o valor do aluguel na cidade já acumula alta real de 2,57%. Esta é a segunda maior taxa no País, que perde somente para Curitiba, com uma alta acumulada de 3,87%.

De olho no movimento do mercado, construtoras começam a apostar na alta da demanda por espaços comerciais, e tira da gaveta empreendimentos antes engavetados. A GNO Empreendimentos e Construções iniciou, neste ano, as obras de construção de um prédio comercial na Avenida Norte Sul, uma das regiões mais valorizadas de Campinas e que concentra um grande número de prédios comerciais. Mais um sinal de que as empresas do setor da construção apostam na retomada da economia regional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

17 − sete =