O Museu de Arte de São Paulo, MASP, oferece programação especial no próximo dia 25 de janeiro. O museu terá entrada gratuita e o horário de encerramento será estendido até às 22h. Confira as quatro exposições em cartaz!

Rubem Valentim: construções afro-atlânticas

programação especial do MASP

“Construções afro-atlânticas” reúne no MASP 90 obras do pintor, escultor e gravador Rubem Valentim, que se apropria da linguagem da abstração geométrica para construir complexas composições que redesenham e reconfiguram símbolos, emblemas e referências afro-atlânticos. Com curadoria de Fernando Oliva, a exposição fica em cartaz até dia 10 de março.

Sonia Gomes: ainda assim me levanto

programação especial do MASP

A exposição “Ainda sim me levanto”, de Sonia Gomes, une a escultura e a costura com retalhos de tecidos encontrados, trazidos ou ofertados a artista. As obras de Gomes foram inspiradas no poema “Still I Rise” da escritora Maya Angelou. A mostra leva a extraordinária contribuição de Sonia para a escultura contemporânea, com o tridimensional, equilíbrio e a materialidade do têxtil e da madeira. A exposição acontece até o dia 10 de março.

Lucia Laguna: vizinhança

programação especial do MASP

Esta exposição reúne 21 obras de produções recentes de Lucia Laguna e dos três principais temas trabalhados por ela: Jardins, Paisagens e Estúdios. Com essas obras, a artista propõe outro imaginário do subúrbio onde morava no Rio de Janeiro, incorporando sua experiência e memória. Nesta série, Laguna expande sua “vizinhança” para o espaço do museu em uma tela realizada especialmente para esta mostra que fica aberta a visitação até dia 10 de março.

Pedro Figari: nostalgias africanas

programação especial do MASP

A mostra de Pedro Figari apresenta 63 obras do artista que relatam populações negras afro­‑uruguaias através de cenas da vida comum e revelam a complexidade dos modos de vida daquelas pessoas. A exposição se divide em seis conjuntos que desdobram o tema do cotidiano e representam as memórias dos africanos forçados a migrar para outras regiões por causa da escravidão. Inspirado na situação do país, Figari se empenhou em criar imagens vivas daquelas populações. A mostra ficará no MASP até dia 10 de fevereiro.


Data: 25 de janeiro
Horário: das 10h00 às 22h00
Entrada: gratuita
Endereço: Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP
Telefone: (11) 3149-5959

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui