Há uma década, montadoras testam a viablidade de comunicação entre veículos a um raio de 300 metros de distância. Agora, essa tecnologia parece estar mais próxima do parece. A Toyota planeja vender nos Estados Unidos carros capazes de se comunicar entre eles a partir de 2021 e a estimativa é equipar quase toda a linha de veículos vendida nos EUA a partir do segundo semestre de 2020. As autoridades ainda não aprovaram a tecnologia, mas o processo deve ter uma resposta até dezembro deste ano.

Como funciona?
O contato é feito pela tecnologia de conexão de curto alcance sem fio, que transmite informações como localização, coordenadas do trajeto e velocidade em até 10 vezes por segundo para outros veículos. De acordo com a montadora japonesa, a tecnologia ser capaz de impedir milhares de acidentes nas estradas através do alerta de acidentes e até problemas no percurso.

O órgão responsável pela segurança viária nos Estados Unidos (NHTSA) levantou dados e constatou que, no ano passado, a regulamentação desta tecnologia teria um custo de US$ 135 a 300 por cada veículo novo. Em contrapartida, poderia impedir até 600 mil acidentes por ano, reduzindo os custos totais em US$ 71 bilhões por ano quando a tecnologia estiver presente em todos os carros novos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui