Centro de Pesquisa Boldrini é inaugurado em Campinas

Conheça o maior Centro de Pesquisa em oncologia da América Latina

0
42
Publicidade

Nesta terça-feira, Dia Nacional do Combate ao Câncer, o Centro Infantil Boldrini inaugura o Centro de Pesquisa Boldrini, maior centro de pesquisa latino-americano com foco em câncer pediátrico, e localizado na Cidade Universitária, em Campinas.

Centro de Pesquisa Boldrini
Silvia Brandalise ao lado de Ronaldo Fleury e pesquisadores do Centro Infantil Broldrini (Foto: redação)

Idealizado pela médica Silvia Brandalise, presidente e uma das fundadoras do Centro Infantil Boldrini, o objetivo da equipe com a criação do centro é fomentar o avanço científico e tecnológico para o combate ao câncer da criança, além de propiciar um espaço de intercâmbio e cooperação científica na área, com capacidade e abrangência ainda inexistente no Brasil. “Eu acho que a demanda de remédios e tratamentos irregulares e maléficos a saúde fez com que nós implantássemos um ambiente de análise no Boldrini. Então, vamos unir o ambiente acadêmico e o centro de pesquisa para auxiliar o governo no selo de qualidade aos medicamentos”, explica.

Centro de Pesquisa Boldrini
A atriz e embaixadora do Boldrini Maitê Proença marcou presença no evento de inauguração (Foto:redação)

Inovação

O centro possui cerca de cinco mil metros quadrados de área, que abrigarão laboratórios com tecnologia de ponta para aumentar a produção e disseminação de conhecimentos nas áreas de epidemiologia e da biologia molecular e celular do câncer pediátrico. “A ideia é criar um ambiente de trabalho capaz de absorver os conhecimentos científicos, em continuo diálogo com a equipe médica, de modo a estimular ambos os lados a perceberem e criarem novas abordagens diagnósticas e de tratamento dos pacientes”, diz o médico José Andrés Yunes.

A construção teve inicio em 2014 e contou com investimento de R$50 milhões, oriundos de recursos do Ministério Público do Trabalho, provenientes da indenização caso Shell-Basf, e cerca de R$ 700 mil do Instituto Ronald McDonald, para produção do projeto básico/executivo e aquisição de equipamentos para dois laboratórios, além de apoio de empresas parceiras.

Centro de Pesquisa Boldrini
Espaço no Centro de Pesquisa Boldrini

Além disso, O Boldrini atende 80% dos pacientes via SUS e 20% por meio de convênios. Os atendimentos do SUS geram 20% da receita; os convênios, 30%; os 50% restantes são oriundos de doações de pessoas físicas ou jurídicas.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

quatro × quatro =