carla CASA VIVA
            @cacabianco

Por Carla Bianco                                               

CASA VIVA é o tema da edição da mostra da CasaCor, que fica aberta ao público até 29 de julho no Jockey Club de São Paulo. A ideia é trazer novamente a casa como refúgio físico, mental e espiritual. Harmonia e natureza, convivência e confraternização refletem um estilo de vida rodeado de verde e memórias afetivas. Espaços aconchegantes, elementos da natureza e memórias afetivas estão presentes no decor dos 81 ambientes. Veja!

Le Riad Bontempo

Roberto Migotto usou uma parede de 8 metros de comprimento com um trabalho de marcenaria inspirado no Marrocos, reproduzidos também no piso, no teto, na porta, em móveis e em azulejos. Usou o verde-oliva como tendência e o granilite, mistura de cimento e pedras de granito, como opção barata e durável.

cores verdes no CASAVIVA
Le Riad Bontempo

Refúgio Urbano 

Marina Linhares em “refúgio urbano”, espaço marcado por tons suaves, transmite tranquilidade. A iluminação é natural, com amplas vidraças e ambientes a céu aberto. A sofisticação vem graças aos detalhes e as obras de arte. Uma casa não apenas bonita, mas pronta para se viver e aproximar as pessoas: essa é a tendência.

CASA VIVA
Marina Linhares – Refúgio Urbano

Syshaus

Arthur Casas com um projeto inovador em parceria com a empresa Syshaus, fez uma casa do futuro. Com estrutura no estilo de residências pré-fabricadas, será comercializada como um produto via site. Ao fechar o negócio, já se sabe o preço e o prazo de entrega, que gira em torno de 6 meses. Ambiente em alto padrão que zela pela sustentabilidade.

CASA VIVA
Arthur Casas – Syshaus

Jardim da Villa Olivo Todeschini

João Armentano tem como lema a sustentabilidade em primeiro lugar. Uma oliveira é a estrela do ambiente, refletida em um espelho externo e integrada à sala e ao quarto por janelões. Armentado valorizou a luz e a ventilação naturais e as esculturas de madeira.

CASA VIVA
João Armentano – Villa Olivo Todeschini

Suíte Arquitetos

Carolina Mauro, Daniela Frugiuele e Filipe Troncon, da Suíte Arquitetos, assinam o espaço “Casa da Árvore”. Uma casa completa em todos os sentidos, repleta de identidade brasileira, inspirada na flora e fauna, riquezas naturais, como pedras brutas e texturas rústicas. Um imponente Flamboyant incorporado à área de estar, ganha destaque ao transpor o pé direito da casa. É a árvore que, a partir das cores do tronco e da verde copa, estabelece o tom da paleta de cores reinantes na decoração, a volta dos tons terrosos.

CASA VIVA
Suíte Arquitetos – Casa da Árvore Renault

Cisterna de Deca

Osvaldo Tenório no seu espaço Deca se inspirou nas milenares cisternas (reservatórios de água) de Constantinopla, com colunas e iluminação fazendo referência a um templo. O sistema de água corrente, se movimenta em um ciclo e se conecta a sala de banho de luxo instalada no segundo andar. A tendência foi fazer uma releitura de conceitos antigos, com aplicação de novas tecnologias. A dupla Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli assinaram um spa relaxante para se energizar. A paleta de cores se baseia em tons escuros, como cinza, marrom e dourado, que em conjunto de elementos como pedra e madeira, acentuam a essência intimista e reconfortante.

casa viva
Tenório Studio – Cisterna Deca (3)

Quando: até 29 de julho. Terça à sábado, das 12h às 21h e domingo, das 12h às 20h

Onde: Jockey Club de São Paulo (Avenida Lineu de Paula Machado, 875, Cidade Jardim, São Paulo/SP)

Ingressos: De terça a quinta-feira: ingresso inteiro: R$ 60 | meia entrada: R$ 30

Sexta, sábado, domingo e feriados: ingresso inteiro: R$ 76 | meia entrada: R$ 38

ingressorapido.com.br

Passaporte único: R$ 180

Crianças de até 12 anos, acompanhadas de adulto, têm entrada livre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui

2 × 2 =