Em “Inteira” a cantora e compositora Andrea Ferrer se lança de corpo inteiro ao seu ofício: cantar. E encontra no mar a inspiração para composições próprias, de sofisticada poética. Com arranjos elegantes de Misael da Hora, o EP contempla cinco músicas que vão do samba-canção, tango, blues à MPB, numa mistura singular de estilos. As canções chegam a partir de 8 de julho nas plataformas de streaming, junto com um show no Beco das Garrafas, no dia 12 de julho, no Rio de Janeiro.

Andrea Ferrer
Foto: Victor Curi

Com dois álbuns na bagagem (“Séculos”, de 2003, e “Andrea Ferrer”, de 2010), a cantora viveu um momento de luto e de recolhimento após a morte de seu diretor musical e arranjador, o baixista Luca Maciel. Mas, depois de muito procurar, encontrou em 2014 novo parceiro no pianista e tecladista Misael da Hora – que viria a ser também arranjador e produtor de “Inteira”. Com ele, Andrea montou o show intimista “Versos e reversos do amor” e o apresentou no Rio de Janeiro em espaços como o Beco das Garrafas. Ao repertório do mais deslavado romantismo (de Chico, Caetano, Lulu, Vinicius, entre outros mestres no assunto), ela entremeava textos de Clarice Lispector e Carlos Drummond de Andrade. O espetáculo trouxe a inspiração para que ela enfim juntasse o Roberto Carlos e o Dorival Caymmi que tinha entranhados em si e voltasse a se empenhar na confecção de suas próprias e apaixonadas composições.

O EP se completa com “Vem pra mim”, um sambolero com toque de Novos Baianos, feita por Andrea com a irmã, a também cantora Daniella Firpo, e o italiano Roberto Grignolio. Nos versos com fragrâncias de Aldir Blanc, encontra-se o relato um amor que saqueia e incendeia, sem poupar vítimas. “Quando o corpo de se expande / sonho rompe a medida / não queira que eu siga”, recomenda a cantora ao ouvinte, esse cúmplice da sua paixão. Acompanhada no disco pelo produtor e arranjador Misael (piano, teclado e programações) e por João Gaspar (violão de aço, guitarra e bandolim), Tuca Alves (violão de nylon, violão de aço e guitarra), Léo Guimarães (contrabaixo), Mafram (percussão) e Rodrigo Dias (bateria), Andrea Ferrer agora não tem mais o que esconder: está pronta para o mundo. Inteira, enfim.

Sobre Andrea Ferrer 

De família de cantores, Andrea Ferrer nasceu na Bahia e mora no Rio de Janeiro. Com formação em música e em teatro, lançou dois álbuns em circulação nacional – “Séculos” e “Andrea Ferrer”. Em sua última turnê e projeto artístico, “Versos e Reversos do Amor”, com Misael da Hora, apresentou composições próprias junto com músicas de Chico Buarque, Caetano, entre outros, em diversas casas noturnas, como o Beco das Garrafas, no Rio de Janeiro e em Salvador. Antes, fez temporada com o show “Andrea Ferrer Canta Família Gonzaga” também no Rio e Salvador, reverenciando a obra de Luiz Gonzaga – o Rei do Baião – e Gonzaguinha, em releituras que valorizam o toque particular que Andrea traz às canções. Entre seus projetos musicais, destaca-se também o show “Caetaneando”, no qual interpretou músicas de Caetano Veloso, em várias capitais. 

Ficha técnica 

Título: Inteira
Cantora: Andrea Ferrer
Compositores: Andrea Ferrer, Tadeu Mathias, Roberto Grignolio e Daniella Firpo
Produção musical, Arranjo, Teclados, Programações: Misael da Hora
Violão, guitarra e bandolim: João Gaspar
Violão e guitarra: Tuca Alves
Bateria: Rodrigo Dias
Contrabaixo: Léo Guimarães
Percussão: Mafram do Maracanã
Participação especial, acordeon: João Carlos Coutinho
Distribuidora digital: Tratore

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui