O verão deste ano não está trazendo apenas sol, calor e muitos turistas a Nova York: a celebrada estação chega à cidade com uma série de novidades para os visitantes descobrirem – e adorarem, claro –, incluindo atrações e restaurantes que acabaram de abrir, clássicos repaginados, uma oferta artística e cultural vasta e de altíssimo nível, hotéis novinhos em folha (e muitos outros prestes a inaugurar), estreias na Broadway…

“O verão é uma das melhores épocas para visitar Nova York, quando todos os cinco distritos vibram com uma energia e emoção especiais, convidando você a sair e explorar nossos bairros, parques e praias”, disse Fred Dixon, presidente e CEO do NYC & Company, órgão oficial de marketing para os cinco distritos da cidade de Nova York. “Da programação cultural ao ar livre e das novas e espetaculares exposições de arte às ofertas gastronômicas que acabam de abrir as portas, de uma temporada repleta de espetáculos na Broadway a hotéis de luxo fazendo sua estreia, estamos lembrando ao mundo que, mais do que nunca, é hora de Nova York”.

A seguir, confira 10 novidades para curtir um verão – e depois o outono, o inverno… – nota 10 em Nova York.

1. Os grandes eventos da temporada

Em julho, comemora-se o 30º aniversário da NYC Restaurant Week, e a programação se estende de 18/07 a 21/08, com menus com preço fixo oferecidos por todo tipo de estabelecimento gastronômico, de restaurantes de bairro aos mais sofisticados, nos cinco distritos da cidade. O SummerStage Concert Series está de volta ao Central Park e, até 22/09, oferece uma programação gratuita mesclando artistas talentosos de diferentes estilos. Até setembro, a área verde mais famosa da Big Apple também recebe o Shakespeare in the Park, com diversas apresentações das peças do bardo inglês ao ar livre. O “carnaval consciente”, Letsgetfr.ee, ocorrerá em agosto, enquanto os amantes de cinema podem curtir, até o fim de agosto, uma série de filmes exibidos num telão ao ar livre na Roosevelt Island. Já a New York Fashion Week terá mais uma edição em setembro.

Na seara esportiva, os destaques são a etapa nova-iorquina do Campeonato Mundial ABB FIA de Formula E – uma competição de corridas de carros elétricos em circuito de rua, nos dias 16 e 17 de julho –, e o US Open, com as principais estrelas do tênis mundial disputando mais um título do Grand Slam nas famosas quadras do USTA Billie Jean King National Tennis Center, em Flushing Meadows Corona Park, no Queens, entre 29/08 e 11/09.

 

2. Para curtir Nova York do alto

Os observatórios sempre fizeram parte do DNA de Nova York, com clássicos como o Empire State Building e o Top of the Rock. Alguns anos após a abertura do notável One World Observatory, o skyline da cidade recebeu o Edge, em Hudson Yards, em 2020, que recentemente passou a oferecer uma incrível maneira para os viajantes mais aventureiros verem o horizonte: City Climb, uma “escalada” pela fachada do prédio, a 365 metros acima do solo. No fim de 2021, a experiência de arte imersiva Summit One Vanderbilt foi inaugurada, incluindo um observatório com vistas espetaculares e o único elevador externo de vidro da cidade, o ASCENT. No início deste ano, surgiu uma atração virtual que também propicia uma visão panorâmica única da Big Apple: RiseNY é uma experiência imersiva e interativa, que dá a chance de ver Nova York enquanto se está virtualmente suspenso a nove metros do chão.

3. O retorno de alguns clássicos da cidade

Por mais de 90 anos, socialites, políticos, estrelas de cinema e magnatas se reuniram no Bemelmans Bar, no Carlyle Hotel, em Upper East Side. O bar é conhecido por seu extenso menu de coquetéis, entretenimento ao vivo todas as noites e decoração art déco. Outro pilar do bairro, o The Palm Court, no The Plaza Hotel, é famoso pelo seu chá da tarde. O restaurante renovou completamente o espaço com vegetação exuberante e introduziu um novo menu inspirado na culinária norte-americana e um grande bar que serve coquetéis artesanais. Em Midtown Manhattan, os visitantes podem reencontrar a casa original e um grande símbolo da era do glamour de Nova York, o Rainbow Room. Desde 1934, o espaço serve pratos da cozinha norte-americana clássica e contemporânea para presidentes e algumas das estrelas do mundo do entretenimento. E mais dois endereços tradicionais estão sendo repaginados para a temporada de verão: o Rockefeller Center Rink, que traz a patinação ao Rockefeller Center com uma pegada de anos 1970, e o Wollman Rink, que também entra no espírito da década de 1970 com o DiscOasis, uma experiência imersiva que envolve arte, luzes, música, dança, apresentações ao vivo e patinação no rinque do Central Park.

4. Novos lugares para se hospedar

Nova York tem um projeto de desenvolvimento hoteleiro incrivelmente robusto, que prevê a inauguração de 12.000 novos quartos nos próximos três anos. A Casa Cipriani abriu recentemente no The Seaport. Localizada no icônico Battery Maritime Building, oferece vistas deslumbrantes da Ponte do Brooklyn e da Estátua da Liberdade. O Hard Rock Hotel New York, com acesso para o melhor de Midtown, também já está aberto, enquanto o Aman New York, Fifth Avenue, um novo santuário urbano localizado na Quinta Avenida, deve ser inaugurado em agosto. A expectativa é que o Hotel Barrière Fouquet’s New York seja inaugurado durante o verão, assim como o Ritz-Carlton, NoMad, uma nova experiência inspirada na essência do novo Madison Square Park. Já o grupo Renaissance Hotels abrirá propriedades no Harlem e em Flushing nos próximos meses. No final do ano, o Moxy Hotels deve inaugurar propriedades no Lower East Side e em Williamsburg. O Virgin Hotel New York City e o The Fifth Avenue Hotel devem entrar em funcionamento neste outono. E o Hotel AKA NoMad será inaugurado em 22 de setembro.

 

5. Experiências culinárias e baladas novas em folha

Em todos os bairros, visitantes e moradores encontrarão uma série de novos restaurantes e o retorno dos estabelecimentos favoritos de Nova York. Williamsburg é agora o novo lar do Laser Wolf, um celebrado endereço originário da Filadélfia e focado em espetos à moda israelense, comandado pelo famoso chef e restaurateur Michael Solomonov e localizado na cobertura do hotel The Hoxton. A equipe por trás do Frenchette recentemente abriu um restaurante francês no Rockefeller Center, o Le Rock. Lysée, uma loja de sobremesas sofisticadas está abrindo em Flatiron. HAGS, o primeiro restaurante requintado LGBTQ+, entra em funcionamento neste mês de junho no East Village. A equipe da Campanha Contra a Fome abriu um café em Edgemere, no Queens: é o Beach Dunes Eats & Arts Café, que doará todos os lucros para os esforços da organização para combater a insegurança alimentar na cidade. O Lambs Club, no luxuoso hotel The Chatwal, reabriu recentemente, servindo pratos norte-americanos clássicos. O chef Daniel Boulud, premiado com várias estrelas Michelin, abriu recentemente o Le Gratin, uma experiência gastronômica casual inspirada nos bistrôs de Lyon, sua cidade natal na França. O restaurante fica no térreo do icônico Beekman Hotel e oferecerá pratos clássicos da culinária francesa.

Os mercados de comida ao ar livre estão de volta, incluindo o Queens Night Market, o Smorgasburg (no Brooklyn) e o Bronx Night Market, todos com restaurantes e barracas de vendedores locais oferecendo os mais variados sabores. E a vida noturna da cidade está se recuperando com o surgimento de novas casas, incluindo Eavesdrop, em Greenpoint, no Brooklyn; Somewhere Nowhere NYC Lounge e Rooftop Pool, em Chelsea; The Q, uma boate LGBTQ+ multinível em Hell’s Kitchen; e Musica Club, a maior casa noturna de Nova York, capitaneada pelo Cipriani.

 

6. As grandes exposições de 2022

Até 14/08, o Museu de História Natural exibe a mostra Tubarões, com modelos em tamanho real, fósseis, exposições interativas e muito mais. A exposição Jean-Michel Basquiat: King Pleasure está em cartaz no Starrett-Lehigh Building, com obras nunca expostas ou raramente mostradas. Já o Whitney Museum está celebrando, até 05/09, sua 80ª Bienal, trazendo uma variedade de artistas intergeracionais. Também até 05/09, o The Met Fifth Avenue apresenta a exposição Uma Antologia da Moda, focada na moda norte-americana e que reúne vestidos femininos e masculinos do século 18 até hoje. No Museu de Arte Moderna (MoMA), a atração, até 10/09, é a mostra Henri Matisse: O Ateliê Vermelho, focada na pintura homônima de Matisse. Em 1º de julho, o Brooklyn Museum sediará sua primeira exposição dedicada ao artista e estilista Virgil Abloh, responsável pela badalação em torno da marca Off-White e, mais recentemente, pela Louis Vuitton, que faleceu em 2021.

 

7. Estrelas e histórias amadas retornam à Broadway

Hugh Jackman retornou recentemente à Broadway para as apresentações de The Music Man, e a atriz indicada ao Globo de Ouro Beanie Feldstein estrela o tão esperado revival de Funny Girl. Até 10/07, Darren Criss, Sam Rockwell e Laurence Fishburne se juntam ao palco para a nova versão de American Buffalo. Daniel Craig está em cena em Macbeth, interpretando o personagem-título até 10/07. E o best-seller O Caçador de Pipas chega à Broadway pela primeira vez neste verão.

 

8. Novos endereços de compras

Os fãs de Harry Potter podem entrar no maravilhoso mundo da feitiçaria na primeira loja oficial do bruxinho em Nova York. O Seaport recebeu recentemente o Club Vintage, uma plataforma digital e física onde se encontram todo tipo de coisas vintage, e o The Shoe Surgeon, uma loja e espaço de customização que oferece tênis únicos. Neste outono do Hemisfério Norte, os visitantes poderão visitar a nova loja principal da Tiffany & Co., no número 727 da Quinta Avenida. O espaço contará com instalações atraentes, produtos exclusivos e a reabertura do The Blue Box Café, onde os clientes poderão desfrutar de um café da manhã.

9. Food halls com iguarias internacionais e as comidas nova-iorquinas favoritas

Os visitantes que chegam ao Moynihan Train Hall agora podem fazer um delicioso pit stop para comer no Moynihan Food Hall, que reúne estabelecimentos como Sauce Pizzeria, E.A.K. Ramen, Magnolia Bakery, H&H Bagels e Jacob’s Pickles – em breve, o espaço também contará com um mercado completo, praça de alimentação expandida e três restaurantes exclusivos. Neste verão, um novo food hall será aberto no The Seaport: é o The Tin Building, sob a batuta do estrelado chef Jean-Georges Vongerichten, que apresentará uma variedade de experiências culinárias, incluindo uma brasserie francesa e um speakeasy asiático. O Singapore Hawker Center, uma enorme praça de alimentação inspirada em Cingapura, será inaugurado em breve em Midtown trazendo culinária tradicional de 18 vendedores de comida de rua, como Douglas Ng, do Fishball Story; Chris Hooi, do Dragon Phoenix; e Ah Tai, conhecido por seu arroz com frango Hainanese. E, neste outono, a Fundação James Beard também abrirá um salão com 18 barracas no Pier 57, apresentando empresas locais e ofertas de empreendedores de alimentos.

 

 

10. Experiências de bem-estar rejuvenescedoras

Encontre tranquilidade nos inúmeros endereços voltados ao relax. Governors Island oferece uma seleção de 20 experiências de bem-estar no QC NY, incluindo várias saunas, além de massagens e tratamentos. Com inauguração em 02 de agosto, o spa do novo hotel Aman New York oferecerá três tipos de experiências rejuvenescedoras, numa estrutura com piscina coberta de 20 metros de comprimento, duas casas de spa e um terraço ao ar livre.

 

Cenas dos próximos capítulos

Até o fim de 2022, mais aberturas e reinaugurações de primeira linha estão previstas, como a do Museu da Broadway, marcada para 15 de novembro; The Louis Armstrong Center, cuja expansão incluirá uma exposição interativa, mostras do acervo, um clube de jazz e loja; e o Gilden Center, no Museu Americano de História Natural, com uma nova exposição e espaços de aprendizagem com novas tecnologias e acesso às coleções do complexo. O David Geffen Hall, espaço de artes cênicas do Lincoln Center, reabre em outubro após seu processo de renovação.

Em 2023, há mais novidades no radar: a inauguração do Victoria Theater, nova sala de espetáculos no Apollo Theater, um histórico ponto de encontro dos artistas negros da cidade, bem como a abertura do The American LGBTQ+ Museum e do Universal Hip Hop Museum, esse último no Bronx. O Harlem ganhará o Alkebulan, primeiro food hall dedicado à culinária africana, ao passo que o Performing Arts Center será aberto no World Trade Center. Para os caçadores de pechinchas, a boa notícia é a volta da loja Century21.

Confira aqui a lista completa das novidades de Nova York em 2022. E, para ficar a par de todas as novidades lançadas pelo NYC & Company para promover o turismo nos cinco distritos da cidade, visite nycgo.com.A experiência de arte imersiva Summit One Vanderbilt, inaugurada no fim de 2021, inclui um observatório com vistas espetaculares e o único elevador externo de vidro da cidade, o ASCENT

 

Acesse o nosso site Campinas Café para mais notícias e dicas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui