Tudo que se transforma ou movimenta fascina o olho humano. A imagem captada pelo olhar do fotógrafo conta uma história, é um relato, é uma crônica, é poesia, é infinitude. O 6º Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show (BPS), o Oscar da Fotografia, está com as inscrições abertas até 25 de agosto de 2020.

O ano que postergou, acelerou, congelou planos e parece ter transformado a forma do ser humano entender o que o rodeia, trouxe uma revolução na história do BPS, agora, Group BPS. Além do Festival Internacional de Fotografia, que tem conquistado fotógrafos e público de todas as partes do Brasil e do mundo, uma série de novidades aportou no projeto com o objetivo de celebrar essa arte e levar uma experiência única aos amantes das transformações e dos cliques.

Oscar da Fotografia

Oscar da Fotografia

A corrida pelas estatuetas e prêmios especiais está valendo. Trabalhos de fotógrafos brasileiros e estrangeiros chegam diariamente aos curadores do Oscar da Fotografia. A expectativa deles é receber mais de 13.500 imagens, batendo, assim, o recorde de obras admitidas na temporada 2019/2020. Para a edição 2020/2021, os participantes poderão escolher entre mais de 20 categorias disponíveis. Rodrigo Nimer, diretor executivo do Group BPS destaca duas novidades. “A categoria Especial Unicef, que contempla trabalhos com a temática dos direitos das crianças; e a Especial Lockdown, que receberá imagens que estabeleçam uma relação com a reclusão e a realidade imposta pela pandemia de Covid-19”, detalha. As inscrições podem ser feitas somente pelo site oficial do festival. Cada participante poderá inscrever até dois trabalhos originais/autorais gratuitamente. A partir da terceira foto, paga-se uma taxa de R$ 25 por cada obra inscrita, sendo, no máximo, 30 fotos por autor.

Nimer lembra que o coronavírus adiou o início das inscrições do BPS 2020/2021 e também a realização da segunda edição da Cidade da Fotografia Brasília Photo Expo (BPE), uma mega exposição com trabalhos vencedores de todas as edições do Brasília Photo Show. “O sonho de transformar o BPS em um patrimônio cultural brasileiro vem se concretizando. Ainda que a pandemia da Covid-19 tenha sido um revés, novos passos desse projeto foram consolidados”, revela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui