transição de carreira
     @moreiradesantana.gabriel

Não há nada de transcendental ou metafísico nisso, mas há um “poder” no presente muito mais forte do que a ideia de magia ou qualquer misticismo. Há um enigma e paralelamente uma força inegável do que o foco, a entrega plena e integral ao presente para descortiná-lo e o explorar em suas potencialidades que nenhuma bela frase motivacional foi capaz de traduzir.

Se o amor é para os distraídos, como acreditava Clarice Lispector, algo igualmente poderoso e inexplicável, por sua vez o futuro é para os focados no presente. E isso pode ser notado, inclusive, pelo valor que dão ao “aqui” e ao “agora”, sem negligenciar suas consequências amanhã.

A ideia do “poder tudo, o tempo todo” pode se tornar uma premissa falsa, repleta de vícios, como o da negligência e da procrastinação, mas o que mais importa é ressaltar como nada tem a ver com a imprudência ou leviandade do otimista, àquele tão diferente do ser positivo, dado o seu caráter desprovido de planejamento.

O movimento daquele que não reconhece o valor do presente para se entregar a ele, dificilmente conseguirá aplicar suas melhores habilidades, embora tenha boas intenções. Isso porque a empolgação o deixa mais ansioso do que focado. Paralelamente, devemos considerar que a crise ou o caos do imprevisto são tão propulsores quanto um risco ou uma demanda que, embora possam ser atendidas de supetão, sem um projeto a médio ou longo prazo, igualmente podem não ser satisfatoriamente realizadas.

Por outro ângulo, a ideia que perfaz este diálogo entre você e eu, não àquela sobre status, mas aquela sobre o que nos fará um dia olhar para trás com a sensação de ter feito o melhor, de ter exaurido as possibilidades que se tinha em um dado momento, atingindo ao máximo nosso potencial. Qual história de superação você gostaria de contar? Pois bem, você já começou a escreve-la. O final é só uma consequência de cada linha, cada dia, que está registrando.

Não se trata de se apropriar de um pensamento que lhe faça sentido por cinco minutos ou um dia; trata-se de compreender que o presente é cultivado por decisões do passado, pois o futuro em si só existe no agora, nunca o alcançaremos na forma de futuro, com o nome de futuro, vestido como futuro. Nunca será possível tê-lo, embora estejamos convictos que ele chega todos os dias disfarçado de presente. Todo dia você se depara com o futuro de ontem, de anos atrás, e nem percebe.

Como vivê-lo intensamente como poetas, filósofos e tantos conselheiros sugerem? Possivelmente não haja uma resposta precisa, mas compreender que você é e será aquilo que pensa sobre si e sua vida ao longo de um dia, que você é e será suas escolhas mais simples e cotidianas, assim como aceitar que há vários futuros apenas no plano da imaginação, permitirá a você ser a sua melhor versão a cada anoitecer. Essa é a melhor estratégia para o sucesso por vir, entretanto, seja qual for a que você adotar, a filosofia que fizer sentido para você seguir, uma coisa é irrefutável: ele, o futuro, é um presente. Não desperdice o que você recebeu hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui