Por Grazi Caproni

mindful eating
             @grazicaproni

Logo, mais um ano se finda. E lá se vem: festas, ceias, encontros e tudo mais que envolve essas épocas. Para muitos, vistas como celebração e alegria, porém para outros, como um período de comilança e certa tensão. Quero compartilhar com você algumas reflexões. Dicas preciosas que pude aprender ao longo desses quase 16 anos de profissão com muitos atendimentos e trocas com as mais variadas pessoas.  Seja para pensar sobre suas ceias de fim de ano, seja para qualquer outro momento de vida!

Costumo falar de uma tal “vitamina” que atualmente poucos conhecem ou a conhecem demais: a “vitamina P” – de Prazer. Uma brincadeira que faço pra te dizer que ela faz parte, mas tem que saber tomar para dar alegria e não culpa. Tem momento pra tudo. Quem me conhece (e você aqui que me acompanha já deve ter notado) sabe que minha maneira de ver os alimentos, a nutrição e tudo que permeia esse universo é: para quem, quanto e em que momento se deve consumir qualquer coisa. Nutrientes sim. Mas afeto, memórias e toda bagagem emocional que o ato de comer traz também. Minha missão como nutricionista é poder compartilhar com as pessoas que tudo pode, mas nem tudo nos convém. Estimular a reflexão, jogar luz à consciência para que as melhores escolhas sejam feitas de acordo com seus objetivos, os quais muitas vezes podem ser contraditórios, mas que com uma boa pitada de autopercepção podem ser conectados e estarem mais alinhados. Compreendendo que na vida, tudo quando for moderado e sem extremos, é possível de ser apreciado.

Mais um ciclo se encerra, para dar lugar ao novo! Que bom! Desejo que você assopre pra bem longe o que não te pertence mais. Que beba muitos goles de coragem para dar espaço ao NOVO. Que semeie árvores verdes e férteis em sua mente, como lindos e tenros brócolis!

Que recupere a confiança em seu corpo. Que olhe o Instagram de famosas e enxergue mais você. E se olhar, que sirva para inspiração e não para distorção de si. Que deseje controlar menos seu corpo, “dançando” mais com ele e ouvindo seus sinais e intuição. Menos batalha, mais amor e aceitação. Prazer. Equilíbrio. Plenitude. Que prazer não signifique excesso! Que desperte a percepção de que o “perfeito” é inatingível e que, nesse caso, o fracasso é inevitável. Que a gente perceba não só o que mostra aos outros, mais o que sente por dentro. Que queira emagrecer para melhorar sua saúde e bem-estar e não para se sentir privado, triste e infeliz. Saiba que uma escolha não faz quem você é, mas o conjunto delas, de forma avolumada. Como anda o seu estilo de vida e não a sua dieta da vez? Sua mastigação? Respiração? Sua postura corporal? Como anda seu consumo de água e de alimentos coloridos, mas daqueles que também vem da terra e não só da indústria alimentícia? A quantidade do que come? O movimento e atividade do seu corpo? Seu check-up de exames?

Feche os olhos.
Olhe só para você por um minuto.

Um passo por vez, um novo passo todos os dias e naturalmente terá formado um diferente caminho. Um grande sucesso é feito de um considerável número de pequenas circunstâncias sendo cada uma delas tão pequenas e aparentemente insignificantes, que a maior parte de nós passa por elas sem prestar atenção. Hora do resgate e da revisão de prioridades! Bora! O mundo não vai mudar pra gente começar a fazer, então ATITUDE, porque fora da zona de conforto há muitas coisas que fazem a vida também interessante. Que em 2019 você faça as pazes com a comida e com sua melhor amiga e companheira. Pegue um espelho e olhe para ela!

Seja mais você e vire tendência.  Um ciclo novo que começa ainda mais nutritivo em todos os sentidos! Minha gratidão a você que me acompanha por aqui. Até o ano que vem. Beijos nutritivos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui