Como parte das comemorações pelo aniversário de 40 anos do empreendimento, o Iguatemi Campinas oferece ao público gratuitamente, de 14 de fevereiro a 29 de março, a exposição “Paisagens de Van Gogh”, uma experiência imersiva e sensorial por cenários pintados por um dos grandes nomes do pós-impressionismo.

“Paisagens de Van Gogh”

“O incentivo à arte e à cultura faz parte do DNA do Iguatemi Campinas e ganhará ainda mais força em 2020, quando comemoramos o aniversário de 40 anos do nosso shopping. Dentro dessa premissa, estamos muito felizes em poder trazer para a população da cidade e região esta exposição que retrata de maneira lúdica e interativa o trabalho e a vida deste gênio holandês que foi Vincent van Gogh”, afirma a gerente de marketing, Janaína Nunes.

Ela relembra que as comemorações pela data foram iniciadas com outra exposição de cunho cultural, a Sandy & Junior Experience, que retrata por meio de um acervo raro e exclusivo a trajetória de 30 anos da dupla de ídolos campineiro na música e pode ser visitada até 16 de fevereiro, também gratuitamente.

Vincent Willem van Gogh (Zundert, 30 de março de 1853 – Auvers-sur-Oise, 29 de julho de 1890) foi um pintor holandês considerado uma das figuras mais famosas e influentes da história da arte ocidental. Ele criou mais de dois mil trabalhos em pouco mais de uma década, incluindo por volta de 860 pinturas a óleo, a maioria dos quais durante seus dois últimos anos de vida. Suas obras abrangem paisagens, naturezas-mortas, retratos e autorretratos caracterizados por cores dramáticas e vibrantes, além de pinceladas impulsivas e expressivas que contribuíram para as fundações da arte moderna.

A exposição “Paisagens de Van Gogh” conta a vida e a obra do pintor por meio de salas temáticas. Em cada sala, o visitante irá viver a experiência única de sentir-se dentro de suas telas e mergulhar na alma do artista, conhecendo os cenários que o inspiraram, um pouco de suas reflexões e algumas pinceladas sobre fatos de sua vida e obra.

“Paisagens de Van Gogh”

A sensação de estar dentro dos quadros será conseguida com uso de cenografia inspirada nas obras de arte e tecnologias como projeção, realidade virtual, vídeos e áudios. Cada sala apresenta uma obra diferente do artista e, nos textos das paredes, faz uma analogia com aspectos de sua vida e de sua personalidade, partindo de trechos de cartas escritas pelo próprio artista.

“Paisagens de Van Gogh” ficará localizada na praça de eventos do terceiro piso do shopping e poderá ser visitada de segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos e feriados das 12h às 20h.

Saiba mais sobre cada sala:

“Paisagens de Van Gogh”

Sala 1: Cartão-postal (entrada)
A entrada da exposição apresenta um cartão postal com texto de Vincent Van Gogh para seu irmão Theo, representando o carinho que o artista, incompreendido em sua época, tinha por sua família. As cartas são repletas de sentimentos e uma enorme vontade de que sua obra agrade e faça sentido, o que não ocorreu durante a vida do pintor. Os selos, que se sobrepõem ao cartão, representam a aclamação oficial e popular do artista e de sua obra, por seu país, Holanda, e por todo o mundo.
Ficha Técnica: Reprodução de um dos cartões-postais trocados entre Vincent e Theo (1872 a 1890). Cartão-postal, 10 cm x 15 cm.

Sala 2: Campo de trigo com corvos
Nesta sala é apresentada a angústia dicotômica sentida pelo pintor. Enquanto o amarelo, cor preferida de Van Gogh, é a matiz predominante no quadro “Campo de Trigo com Corvos”, os corvos efetivamente o enlouqueciam com o desalento de seu grasnar alto. É a felicidade representada pelo amarelo em contraste com a profunda tristeza e o desalento de um caminho sem saída, ao som melancólico e até irritante dos pássaros. Ao final da projeção, o som de um tiro, representando a morte do pintor, que atentou contra a própria vida, dando um tiro em sua barriga e falecendo dias depois no hospital, no colo do amado irmão.
Ficha Técnica: Campo de Trigo com Corvos (julho de 1890), Óleo sobre tela, 50,5 cm x 103 cm, Museu Van Gogh, Amsterdã, Holanda

Sala 3: Labirinto de flores
O labirinto formado por uma infinidade de flores de íris e representa a fascinação do pintor pela natureza. Por acreditar que seu papel como artista era o de captar tudo o que a natureza tinha a oferecer, buscava mostrar a todos, por meio de pinceladas intensas, mais do que os olhos podiam efetivamente enxergar. O período em que o pintor esteve recuso em um sanatório francês rendeu centenas de quadros retratando todo este esplendor.
Ficha Técnica: Jardim de Íris (1890), Óleo sobre tela – 71 cm x 93 cm, J. Paul Getty Museum, Los Angeles, EUA. “Paisagens de Van Gogh”

Sala 4: Praça da amendoeira
Van Gogh, filho de um pastor calvinista, foi criado em meio à religião e a uma numerosa família. Entretanto, a doença o afastou de todos, com exceção de Theo, o irmão caçula, que além de incentivar o artista a seguir seus sonhos, sempre o tratou com muito amor e carinho. Os dois trocaram lindas e emocionantes cartas ao longo de anos. Esta sala representa exatamente todo o sentimento existente nesta relação, apresentando uma amoreira em flor ao centro, cercada por bancos de madeira onde os visitantes podem escutar os áudios de algumas das referidas cartas.
Ficha Técnica: Amendoeira em flor (1890), Óleo sobre tela – 74 cm x 92 cm, Museu Van Gogh, Amsterdã, Holanda. “Paisagens de Van Gogh”

Sala 5: Banho de Lua
A sala Banho de Lua representa não somente a vida boêmia de Vincent, como também o seu fascínio pela noite e pelo brilho das estrelas. Para ele a noite era tão intensamente povoada de cores que frequentemente lhe parecia ser mais viva do que o dia. Angustiado, Van Gogh buscava conforto na bebida e nos bares. A experiência em realidade virtual apresenta o Café Noturno, um bar que o pintor costumava frequentar, retratado em cores vivas e alegres, em contraponto com a agonia e inquietação em que os frequentadores contumazes viviam mergulhados.
Ficha técnica: Noite Estrelada Sobre o Ródano (1888), Óleo sobre tela – 72,5 cm x 92 cm, Museu d’Orsay, Paris, França. “Paisagens de Van Gogh”

Sala 6: Sinfonia da Noite Estrelada
Esta sala foi criada de maneira a apresentar aos visitantes a incrível e esplendorosa obra de Van Gogh, como um todo, e sua inegável genialidade, que pode ser sentida e observada em cada pincelada, na escolha das cores, na maneira de retratar a natureza. De artista incompreendido a reconhecido gênio da pintura, sua obra é magnética e inegavelmente emociona a todos que têm a oportunidade de apreciá-la.
Ficha Técnica: A Noite Etrelada (1889), Óleo sobre tela – 74 cm x 92 cm, MOMA, New York, EUA.

Sala 7: Saída Pelo Bosque
Uma das opções de saída da exposição. Nesta sala, impressões e espelhos criam nos visitantes uma sensação de imersão em um bosque pintado por Van Gogh.
Ficha Técnica: Duas Figuras no Bosque (1889), Óleo sobre tela – 50 cm x 100 cm, Cincinnati Art Museum, Cincinnati, EUA.

Sala 8: Foto Pintada
Aqui os visitantes terão a oportunidade de tirar uma foto, com um filtro que remete à obra pós-impressionista, simulando suas pinceladas características. A foto poderá ser compartilha nas redes sociais. A cenografia da sala é composta por espelhos e girassóis, remetendo a uma das mais famosas obras do artista. “Paisagens de Van Gogh”

Serviço

Exposição “Paisagens de Van Gogh”
Quando: de 14 de fevereiro a 29 de março
Horários: das 10h às 22h de segunda a sábado e das 12h às 20h aos domingos e feriados
Onde: praça de eventos do terceiro piso do Shopping Center Iguatemi Campinas (Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina, Campinas, SP)
Entrada: gratuita
iguatemicampinas.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui