HB20 recebe motor 1.0 turbo e Ka apresenta sua linha 2017

O novo HB20 1.0 turbo

Hyundai HB20
A Hyundai apresenta o novo HB20 1.0 Turbo, com 105 cv de potência máxima a 6.000 rpm. Com o início das vendas previsto para 26 de abri, o HB20 1.0 Turbo é 31% mais potente e tem 47% mais torque quando comparado ao HB20 1.0 aspirado. Em performance, isso se traduz em velocidade máxima de 182 km/h para o hatch, uma significativa diferença de 13%; aceleração de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos, 23% mais rápida; e retomadas de 60 a 100 km/h e de 80 a 120 km/h mais curtas, em 24% e 30% do tempo, respectivamente. Para o sedã, a velocidade máxima passa a 183 km/h e os dados de aceleração e retomada são similares aos do hatch. Primeiro turbo com tecnologia flex de combustível da Hyundai no mundo, o propulsor está disponível tanto para hatch como sedã, nas configurações Comfort Plus e Comfort Style. Seguindo o conceito de downsizing, ele garante desempenho equivalente a motores de deslocamento maior – 1.4, 1.5 e, em alguns casos, até mesmo 1.6 – com consumo de combustível mais eficaz.

Câmbio de 6 marchas
Para a versão turbo, a transmissão manual passa a ser de seis velocidades e não mais cinco. As primeiras marchas são mais longas e o diferencial também foi alongado em 10% em relação ao motor 1.0 aspirado. A embreagem é mais robusta para lidar com o torque maior, tendo agora 215 mm de diâmetro contra os 180 mm anteriores.

Ford Ka 2017

A Ford lançou a linha 2017 do Ka e do Ka+. Toda a linha agora vem de série com cinto de segurança traseiro central de três pontos e apoio de cabeça traseiro central. Outro item de série do Ka é o banco traseiro bipartido na proporção 60/40, que dá mais flexibilidade no uso combinado do espaço interno e do porta-malas, com o rebatimento.
Já o Ka+ tem uma nova versão, o 1.5 SEL Plus, com dois equipamentos exclusivos: bancos revestidos em couro e sensor de estacionamento traseiro.
Novo plano de manutenção
Junto com os modelos 2017 do Ka e do Ka+ a Ford adota também um novo plano de revisão com preço fixo. São apenas três revisões durante os três primeiros anos de uso, a cada 12 meses ou 10.000 km. A primeira revisão, aos 12 meses ou 10.000 km, sai por R$268; a segunda, aos 24 meses ou 20.000 km, por R$344; e a terceira, aos 36 meses ou 30.000 km, custa R$428. Isso representa, no total, um custo 32% menor comparado ao plano anterior. O Ka 1.0 TiVCT 2017 parte de R$41.990 e, com o motor Sigma 1.5, de R$45.990. O Ka+ 2017 tem preço a partir de R$44.990 na versão 1.0 TiVCT e de R$48.990 na versão Sigma 1.5.
A versão de entrada, SE, já vem com: ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricas, sistema Isofix para cadeiras infantis e sistema de áudio com conexão Bluetooth, além de airbag duplo e sistema de freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem.
A versão SE Plus inclui sistema de conectividade SYNC com comandos de voz para áudio e telefone, leitor de SMS, download automático dos contatos da agenda do celular, controles de áudio e telefone no volante, sistema AppLink para acesso a aplicativos de smartphones e Assistência de Emergência, que faz uma ligação ao SAMU, através de um celular pareado, em caso de acidentes com acionamento dos airbags ou corte de combustível.
A versão SEL traz ainda itens normalmente vistos somente em carros de segmento superior, como controle eletrônico de estabilidade e de tração (AdvanceTrac) e assistente de partida em rampa, além de alarme, computador de bordo, faróis de neblina e pneus verdes 195/55 R15. O novo Ka+ 1.5 SEL Plus acrescenta ainda bancos de couro e sensor de ré, por R$57.840.
“Na linha 2017, reforçamos todos os catálogos do Ka e do Ka+ com novos equipamentos de série em todos os modelos. E também agregamos mais requinte e segurança na versão de topo, com a oferta do banco de couro e sensor de ré, que diferenciam ainda mais o Ka+ dentro da categoria”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Produto da Ford.